2.3 - A EVOLUÇÃO DA TERMIÔNICA
Foi somente mais tarde e baseado nos trabalhos de pesquisadores como Fritz Lowestein, John Stones Stones e do Dr. H. D. Harold que o Audion pode ser usado como um elemento amplificador confiável.
Assim, de 1913 à 1935 tem-se a idade do triodo.
Baseado em inúmeras inovações tecnológicas, em 1926, B. Tellegen, trabalhando nos laboratórios da Philips na Holanda inventa o pentodo cuja principal característica era a introdução de uma grade a qual era montada entre a grade e o anodo, a qual foi denominada de supressor ou grade supressora. O pentodo foi uma solução prática para as dificuldades encontradas nos primeiros tetrodos operando como uma válvula amplificadora de resistência negativa causada pela emissão secundária do anodo, como os elétrons sendo atraídos pela grade positiva.
No final dos anos trinta outras válvulas aparecem como por exemplo: as válvulas de feixe dirigido, tubos de raios catódicos, o tubo de sintonia ou olho mágico, as válvulas metálicas e as válvulas miniaturas (vide índice para informações complementares)
(quando colocar o mouse sobre a imagem, ela será aumentada)
Dr. Lee de Forest e a sua invenção a válvula Audion que revolucionou a eletrônica. Fotografia datada de maio de 1930 e publicada na revista americana "Radio News".


Ilustração dos primeiros tipos de triodos comercializados nos EUA por volta dos anos vinte, da esquerda para a direita:
Triodo de DeForest tipo DV5
Triodo tipo 205D fabricado pela W. Electric
Soquete para fixação da válvula
.


Válvulas de origem européia e americanas.

 

 

 

 

 

 



VÁLVULAS DE ORIGEM AMERICANA E EUROPÉIA

LEGENDA
ORIGEM
TIPO
FABRICANTE
DATA

1

EUA
DV-3
DEFOREST

1923

2

EUA

101D

W.ELECTRIC

1924

3

EUA

24-A

RCA

1929

4

FRANÇA

E

SFR

1922

5

INGLATERRA

AC2/HL

MAZDA VALVE

1928

6

HOLANDA

C-509

PHILIPS

1925

7

HOLANDA

KK2

PHILIPS

1933

8

EUA

UX 280

RCA

1927

9

EUA

UX-201-A

RCA

1921